Empreendedorismo Digital: Oportunidade de realização pessoal e estabilidade financeira

Tempo de leitura: 8 minutos

Empreendedorismo DigitalO empreendedorismo digital está a todo vapor em muitos países, e graças a ele, muitas pessoas estão tendo a oportunidade de ser donos de seus próprios negócios, além de ter uma realização pessoal e profissional.

No Brasil essa área já está se desenvolvendo em um ritmo consideravelmente rápido, já que o próprio contexto social está pedindo fontes de renda extras para complementar os gastos do mês em casa. E em grande parte, acaba se tornando a fonte de renda principal da família ou indivíduo.

A importância do empreendedorismo digital para o brasileiro como indivíduo é a de dar autonomia e possibilidades de crescer como empreendedor, além de proporcionar ao empreendedor uma possibilidade de flexibilidade de seus horários.

Quer conhecer mais sobre o empreendedorismo digital e suas maravilhas? Confira o post de hoje!

A importância do empreendedorismo digital no Brasil tem sido muito mais que a mera flexibilidade de horários. O mundo todo está seguindo essa tendência.

O empreendedorismo digital nos Estados Unidos e na Europa já está estabilizado e por isso é de vital importância que o empreendedor brasileiro se focalize também nesse novo sistema de trabalho remoto.

Ficou interessado no assunto? Veja mais detalhes a seguir:

Empreendedorismo Digital no Brasil

Em uma pesquisa lançada no ano de 2015 pela Global Entrepreneurship Monitor (GEM), o Brasil aparece com uma taxa de 34,5% de empreendedorismo total no país.

Para termos uma ideia dessa dimensão, podemos comparar com a taxa de dez anos antes da pesquisa ser feita, quando em 2004 essa mesma taxa era de apenas 23%.

Viu só como cresceu?

O empreendedorismo é sem dúvidas uma grande oportunidade para todos aqueles que acreditam estarem capacitados para dirigir uma empresa, mas que por algum motivo não contam com uma poupança suficiente para investir na abertura física de um empreendimento.

Segundo os especialistas do Sebrae mais de 34% da população brasileira tem o sonho de empreender, perdendo apenas para os 47% que sonham em “Ter casa própria”.

E o qual é a verdadeira importância do empreendedorismo digital nisso? Ele faz parte desse processo de democratização empreendedora, no qual comandar um projeto é uma tarefa para poucos, mas não apenas para aqueles que têm dinheiro.

A internet trouxe a oportunidade para muitos de iniciar o seu sonho de empreender, tirar o projeto de anos do papel. Coisa que antes não era acessível para qualquer um.

Características do Empreendedor Digital

Empreendedorismo Digital Imagem 2O empreendedor na era digital provavelmente já possui um emprego fixo, ele ganha bem e recebe décimo terceiro. Acontece que o empreendedorismo digital está vinculado com o olhar analítico da pessoa de perceber uma oportunidade de negócio, um nicho de mercado não coberto. Esse olhar crítico, intuição, experiência e um pouco de sorte é o que faz um bom empreendedor no meio digital, na internet.

Tanto no empreendedorismo digital quanto no empreendedorismo através de qualquer canal de venda físico (varejista, franquia, etc.), é preciso persistência e estar cercado de motivação. Procure sempre algo que lhe estimule a continuar, estime suas expectativas diárias de quanto pretende vender e faturar.

O empreendedor que trabalha com metas a curto, médio e longo prazo tem maior probabilidade de obter sucesso a longo prazo com o seu negócio.

O empreendedorismo digital exige compromisso diário, incluindo alguns finais de semana, porque o meio é dinâmico, nunca se sabe quando a próxima oportunidade irá surgir e nem o quão próximo estamos dela. Isso significa que o empreendedor precisa estar dedicado.

Para empreender no mundo virtual é preciso saber esperar e ter consciência de que não é do dia para a noite que o sucesso (e o dinheiro) irá aparecer nas suas mãos.

Os resultados começam a ser positivo depois de algum tempo, então o empreendedor precisa ser paciente e confiante. Além de intuitivo, como citamos anteriormente.

Oportunidades de Negócio

No empreendedorismo digital há duas opções para ganhar dinheiro: criar o seu próprio produto e vender, ou vender o produto de terceiros. Em qualquer uma das situações há prós e contras, mas iremos por partes.

1 – Seu próprio produto

Desenvolver o seu próprio produto leva tempo, dedicação e uma certa experiência no ramo, já que sozinho precisará criar e convencer as pessoas de que é uma boa oferta de produto/qualidade e, no começo, será o único vendedor.

Ou seja, as pessoas precisarão acreditar em você, porque não há mais ninguém que esteja vendendo a mesma coisa.

A parte muito boa de vender o seu próprio produto é a autonomia que isso irá gerar. Não irão existir surpresas incontroláveis, já que é o seu produto no seu empreendimento e você certamente deve ter o domino total dele.

Depois de um tempo no empreendedorismo digital, você irá perceber que essa autonomia também é sinônimo de entrada de dinheiro estável.

Mas não se esqueça, qualquer negócio é instável financeiramente no início, não comece comercializando o seu produto achando que será tudo fácil, pois não é verdade.

Desenvolver um produto requer conhecimentos específico sobre tal ou parceria/sociedade com um especialista, além de uma dedicação no que se refere a comercialização e atenção ao cliente.

Dica útil: uma boa maneira de saber se seu produto fará sucesso, é escolher um nicho para trabalhar e realizar uma pesquisa de mercado. Saber quem é o público-alvo, assim que tipo de publicações lhes interessa.

2 – Vender produtos de terceiros

Se você optar por vender o produto de terceiros, é sinal de que precisa conhecer urgentemente o sistema de marketing de afiliados.

São plataformas que permitem que produtores possam fornecer seus produtos para que terceiros possam vendê-los. Ou seja, você será o outro lado da moeda daqueles que optaram por vender o seu próprio produto.

E como você ganha? Bom, economiza o tempo e o esforço de trabalho que alguém teve para produzir o produto e terá o trabalho de conquistar a sua clientela, de chegar até eles através de blogs profissionais, redes sociais, e-mail marketing, entre outros.

Há uma infinidade de maneiras de chegar até essas pessoas, mas não quer dizer que seja fácil convence-las de que devem realizar a compra.

O seu faturamento em dinheiro será pela comissão disponibilizada pelo produtor ao fornecer o produto.

Por exemplo, um e-book sobre motos poderia custar R$30,00 e se a sua porcentagem de comissão fosse 50% (geralmente para infoprodutos as comissões variam entre 50 e 80%), você ganharia R$15,00 a cada venda realizada. Imagine conseguir 10 vendas por dia em um único produto? São 150 reais por dia,  R$4.500,00 em média por mês!

Com certeza pela sua cabeça agora passa a pergunta “Então, qual é a melhor opção para o empreendedorismo digital?”.

A importância do empreendedorismo digital para a sua resposta é a flexibilidade que ele gera. Tudo irá depender da sua experiência, dedicação e persistência.

Para aqueles que estão começando, o ideal seria como afiliado de um produto, para ir conhecendo o mercado correndo menos riscos.

Para aqueles que já possuem vasta experiência, a melhor opção é estar como produtor, já que há mais chances de estabilidade.

Porém não se trata de uma ciência exata, e tudo depende de suas características pessoais.

Ideias Empreendedoras

Empreendedorismo Digital Imagem 31 – Produtos tecnológicos

Sem dúvidas a maior área de oportunidades de negócios no empreendedorismo digital é a da tecnologia. Vender através da internet produtos tecnológicos é sem dúvida uma ótima saída!

Exemplo: vender através de um e-commerce celulares tabletes e computadores, é uma ótima opção!

2 – E-books

Outra ideia empreendedora para o mundo virtual são os famosos e-books apontados para um público específico, um grupo de pessoas já definidos e que não estão sendo contemplados pelas informações digitais.

Exemplo: Vender um livro digital de como perder peso ou técnicas de estudos para quem quer passar no ENEM são ótimos conteúdos, que prende a atenção das pessoas.

3 –  Agencias digitais

Existem muitas possibilidades de agencias no meio virtual. Você pode criar agencias de:

  • Publicidade e propaganda.
  • Marketing digital.
  • Conteúdos.
  • Web-designer.
  • Computação gráfica.
  • Consultoria e muito mais.

O bom das agencias é que você pode contratar freelancer e formar uma equipe de trabalho remoto, o que economiza bastante nos impostos que uma empresa física pode ter que arcar.

O empreendedorismo digital está abrindo muitas portas para aqueles que sempre tiveram capacidades, mas poucos recursos. Mas não podemos nos esquecer de que não há um negócio que tenha dado certo rápido e sem esforço, é preciso ter foco, dedicação, intuição e um pouco de sorte sempre!

Quer saber mais sobre empreendedorismo? Leia nosso artigo sobre Ideias Empreendedoras que Deram Certo

Espero que você tenha gostado do conteúdo postado nesse artigo.

E sinta-se a vontade para comentar, criticar ou sugerir novos assuntos. Para isso, use nosso Formulário de Contato ou comente esse artigo!

Até a próxima